Componente para indústria de eletrônicos é alvo de rivalidade entre governos africanos

Por Franco Alencastro e Marcelle Bessa |

A demanda por tântalo continuará crescendo nos próximos anos a um ritmo anual médio de 5% no período 2020-2029, segundo a consultoria Roskill. Este crescimento é consequência da importância do minério para a indústria dos eletrônicos, onde é empregado na confecção de capacitores. Um dos grandes impulsionadores da demanda pelo produto será a fabricação de novos aparelhos de tecnologia 5G, que tendem a substituir os modelos atuais. Seu comércio é objeto, contudo, de preocupações internacionais sobre sua origem na República Democrática do Congo (RDC), sendo a extração controlada por grupos armados a serviço do governo de Ruanda, os quais travam um combate com o governo da RDC. O segundo maior produtor do minério é Ruanda, que não possui reservas significativas confirmadas.

Impactos em Segurança e Defesa: Existe, portanto, a forte possibilidade de que a alta demanda pelo tântalo, provocada pelo advento da tecnologia 5G, intensifique o conflito na RDC.

Indicador: Produção do mineral pelos países citados (500 toneladas foi a produção de tântalo de Ruanda em 2018, enquanto a RDC produziu 710 toneladas. Juntos, os dois países controlam 65% da produção mundial).

Fonte: ROSKILL. Tantalum: Outlook to 2029. 2020. 15a ed. Disponível em: https://roskill.com/market-report/tantalum/.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Turquia chegará à Lua até 2023

Por Caroline Colbert | O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan anunciou no dia 9 de fevereiro um plano de programa espacial com duração de 10...

Degelo atual é compatível com os piores cenários previstos pelo IPCC

Por Victor Gaspar Filho e Thauan Santos | Estudo financiado pelo Conselho de Pesquisa Ambiental britânico constatou que a aceleração do degelo global é condizente...

Japão está desenvolvendo primeiro satélite de madeira do mundo

Por Leandro Laranjeiras e Caroline Colbert | Pesquisadores da universidade de Kyoto e da empresa Sumitomo Forestry iniciaram o projeto dos primeiros satélites do mundo...

Extremos climáticos marcaram o ano de 2020

Por Alice Castelani e Thauan Santos | O ano de 2020 foi marcado por extremos climáticos, evidenciando o agravamento do aquecimento global. 2020 registrou os...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome