Fornecedor das Forças Armadas americanas foi alvo de hackers

Por Marcelo Andrade de Barros e Walmor Cristino Leite Junior |

Informações sensíveis sobre o Míssil Balístico IntercontinentalLGM-30 Minuteman(ICBM, sigla em inglês)  foram roubadas da empresa americana Westech International, através de ataques cibernéticos. Conforme relatório produzido pela Sky News, depois do acesso aos computadores da Westech, os atacantes criptografaram as máquinas da empresa com uso do Ransomware Maze. De posse dos dados, os criminosos deram início a um vazamento sistemático de informações, com o objetivo de pressionar a vítima ao pagamento de um resgate pela segurança de seus dados.

Impacto em Segurança e Defesa: Empresas privadas que fornecem produtos e serviços para Forças Armadas têm enfrentado cada vez mais ameaças cibernéticas. Dessa forma, é preciso conscientizar as direções desse tipo de empresa, especialmente no contexto nacional, para que haja um maior engajamento junto ao sistema de segurança cibernética brasileiro.

Fonte: JOWITT, T. Hackers steal data from US Nuclear Missile Contractor. Silicon, 04 jun. 2020. Disponível em: https://www.silicon.co.uk/security/cyberwar/hackers-steal-data-from-us-nuclear-missile-contractor-345515.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome