Agência americana DARPA desenvolve IoT do mar com dados em nuvem

Por Gabriella Nichols |

 
Apelidado de Oceano das Coisas (Ocean of Things – OoT), o programa da Agência de Projetos Avançados em Defesa (Defense Advanced Research Projects Agency – DARPA) pretende estabelecer um ecossistema de pequenas plataformas de baixo custo equipadas com sensores para coletar, transmitir e analisar as atividades marítimas em tempo real. A rede de sensores permitirá também monitorar a temperatura dos oceanos, o estado do mar e a localização e as atividades das embarcações, aeronaves e inclusive mamíferos marinhos. Os dados serão coletados em nuvem com análise em tempo real.

Impacto em defesa e segurança: Emprego da doutrina de “guerra de mosaico” que une plataformas distintas para um mesmo objetivo, aumentando a consciência situacional com vantagens para aquele que detém ou venha a deter dispositivos mais avançados e menos vulneráveis.

Fonte: GCN. Darpa Takes IoT the the Sea. EUA: 03 jan. 2020. Disponível em: https://gcn.com/articles/2020/01/03/darpa-ocean-of-things.aspx.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome