Agência Espacial Brasileira firma acordo de cooperação com a ONU

Por Ana Clara Guinelle Teixedo e Caroline Colbert |

A Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE) e a Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI) firmaram junto ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em 31 de dezembro de 2020, um acordo de cooperação técnica internacional que fomenta o Programa Espacial Brasileiro. Foram coordenadas, até 2024, ações para o incentivo industrial e desenvolvimento de competências e carreiras no setor aeroespacial. Um dos objetivos centrais é impulsionar a atuação de mulheres no Programa Espacial Brasileiro. Além disso, o acordo busca fortalecer o mercado espacial, com o estreitamento das relações entre instituições públicas e privadas do setor.

Impacto em Segurança e Defesa: A execução das ações previstas pelo acordo, além de promover capacitação técnica-profissional e uma maior autonomia tecnológica e industrial ao Brasil, reposiciona as políticas nacionais para exploração espacial, ampliando as condições de inserção do Brasil nas práticas espaciais internacionais e potencializando o fornecimento de novos serviços de tecnologia.

Fonte: GOVERNO DO BRASIL. Acordo entre Nações Unidas e Agência Espacial Brasileira busca ampliar a participação de mulheres e jovens em carreiras de ciência e tecnologia. GOV, 25 jan. 2021. Disponível em: https://www.gov.br/aeb/pt-br/assuntos/noticias/acordo-entre-nacoes-unidas-e-agencia-espacial-brasileira-busca-ampliar-a-participacao-de-mulheres-e-jovens-em-carreiras-de-ciencia-e-tecnologia

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Turquia chegará à Lua até 2023

Por Caroline Colbert | O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan anunciou no dia 9 de fevereiro um plano de programa espacial com duração de 10...

Degelo atual é compatível com os piores cenários previstos pelo IPCC

Por Victor Gaspar Filho e Thauan Santos | Estudo financiado pelo Conselho de Pesquisa Ambiental britânico constatou que a aceleração do degelo global é condizente...

Japão está desenvolvendo primeiro satélite de madeira do mundo

Por Leandro Laranjeiras e Caroline Colbert | Pesquisadores da universidade de Kyoto e da empresa Sumitomo Forestry iniciaram o projeto dos primeiros satélites do mundo...

Extremos climáticos marcaram o ano de 2020

Por Alice Castelani e Thauan Santos | O ano de 2020 foi marcado por extremos climáticos, evidenciando o agravamento do aquecimento global. 2020 registrou os...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome