Aquisições internacionais de terras podem prejudicar pequenos agricultores

Por Franco Alencastro e Marcelle Bessa |

Instituições financeiras estrangeiras são as protagonistas do crescimento na aquisição de terras aráveis no Brasil, de acordo com estudo publicado pela organização não-governamental (ONG) Grain. O relatório aponta que fundos de investimento e de pensão, como o administrado pela Universidade de Harvard, estão entre as principais agentes deste movimento. De acordo com o estudo, a baixa regulamentação da propriedade fundiária no país facilita essa expansão, que pode ocorrer em detrimento de comunidades tradicionais. Um caso citado é o de Cajueiro (MA), onde vinte famílias foram despejadas por viverem em área adquirida pela firma chinesa CCCC.

Impactos em defesa e segurança: O controle de grandes extensões do território nacional por firmas estrangeiras cria desafios para a governança destas regiões. Além disso, as propriedades de comunidades tradicionais, como indígenas e quilombolas, podem ser desapropriadas, uma vez que investidores internacionais têm melhor acesso a ferramentas de regularização fundiária.

Fonte: GRAIN. Digital fences: the financial enclosure of farmlands in South America. 21 set 2020. Disponível em: https://www.grain.org/en/article/6529-digital-fences-the-financial-enclosure-of-farmlands-in-south-america#sdfootnote21sym.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome