Artigo científico explica que combate terrestre ainda será relevante no futuro

Por Thiago Jacobino Honório |

Artigo recente afirma que, apesar do surgimento das novas tecnologias da informação e ciberespaço, recursos da era industrial, como os carros de combate pesado, ainda terão papel importante nos futuros conflitos. Mudanças de alto impacto permearão o horizonte próximo, como o emprego da guerra híbrida, a presença de novos atores e domínios cibernéticos. Tais elementos irão impactar diretamente no planejamento tático. Contudo, a guerra em terra ainda será extremamente relevante para os teatros de operações, pois, as novas tecnologias não serão capazes de eliminar o risco de embates e ameaças em solo.

Impacto em Segurança e Defesa: Antecipar o futuro da guerra terrestre é de vital importância para o planejamento de longo prazo, pois, facilita o processo decisório, reduz custos e otimiza o emprego estratégico.

Fonte: MAERZ, J. C. Can Information Displace Mass? Armour In The Future Operating Environment. Journal of Military and Strategic Studies, v. 20, n. 1, 2019. Disponível em: https://www.semanticscholar.org/paper/Can-Information-Displace-Mass-Armour-In-The-Future-Maerz/b18bbf930d6e05f8211d691fbe251d6232948d22

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome