Ataque cibernético contra empresa de energia expõe vulnerabilidades do setor

Por Lucas Pinheiro Fonseca e Walmor Cristino Leite Junior |

Sistemas da Light, empresa distribuidora de energia elétrica que opera no estado do Rio de Janeiro, foram alvo de uma investida cibernética que afetou 31 municípios. O ataque aconteceu em julho passado e foi baseado no sequestro de informações, modalidade que permite que o atacante obtenha acesso aos dados de interesse e interrompe a capacidade de leitura do proprietário original através de criptografia. Essa tática foi utilizada como ponto de partida para a solicitação de um resgate, em torno de 7 milhões de dólares, em troca da chave que permite a decriptação dos dados.

Impacto em Segurança e Defesa: Esse tipo de atividade representa um grande risco para a segurança cibernética do Estado brasileiro, pois é capaz de comprometer informações sensíveis sobre cidadãos e instituições. É importante destacar que o fato também demonstra a possibilidade de ataques a infraestruturas críticas fundamentais para o Estado.

Fonte: GUIMARÃES, C. Hackers invadem sistema da Light e pedem resgate de US$ 7 milhões. Veja Rio, 17 jun. 2020. Disponível em: https://vejario.abril.com.br/cidade/hackers-invadem-light-resgate/.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome