Big Data impulsiona revolução tecnológica no setor agrícola

Por Alice Castelani de Oliveira e Samira Scoton |

O acesso à big data tem revolucionado o setor agrícola. Máquinas, como colheitadeiras, registram via GPS a produção por área cultivada, plantadeiras ajustam a distribuição de sementes de acordo com o desempenho do solo registrado e pulverizadores usam algoritmos para procurar ervas daninhas e atacá-las com pesticidas. A alta tecnologia que invade a agricultura traz benefícios como, por exemplo, maior eficiência do uso de insumos na produção. De acordo com Crawford, vice-presidente da AGCO da Georgia, uma das maiores fabricantes de máquinas agrícolas do mundo, os produtores poderiam aumentar sua receita agrícola em 20% nos próximos cinco anos, administrando corretamente seus dados. Por outro lado, a revolução dos dados abre espaço para ameaças relacionadas ao setor cibernético, criando um novo campo de vulnerabilidade, visto que as denominadas fazendas 4.0 já são realidade no Brasil.

Impacto em Segurança e Defesa: Impulsionada pela big data, a revolução digital no setor agrícola, por meio da fazenda 4.0 cria condições para o surgimento de ameaças à cibersegurança. Essa nova realidade pode ter significativo impacto sobre a capacidade dos Estados que objetivam garantir a segurança alimentar. Logo, o Brasil necessita dominar a tecnologia cibernética, fortalecendo sua capacidade de garantir a segurança nacional frente a esse novo quadro de vulnerabilidade.

Fonte: CARPENTER, Scott. Access to Big Data Turns Farm Machine Makers into Tech Firms. Forbes, 31 dez. 2020. Disponível em: https://www.forbes.com/sites/scottcarpenter/2021/12/31/access-to-big-data-turns-farm-machine-makers-into-tech-firms/?sh=5c8dbb597e47 

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Turquia chegará à Lua até 2023

Por Caroline Colbert | O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan anunciou no dia 9 de fevereiro um plano de programa espacial com duração de 10...

Degelo atual é compatível com os piores cenários previstos pelo IPCC

Por Victor Gaspar Filho e Thauan Santos | Estudo financiado pelo Conselho de Pesquisa Ambiental britânico constatou que a aceleração do degelo global é condizente...

Japão está desenvolvendo primeiro satélite de madeira do mundo

Por Leandro Laranjeiras e Caroline Colbert | Pesquisadores da universidade de Kyoto e da empresa Sumitomo Forestry iniciaram o projeto dos primeiros satélites do mundo...

Extremos climáticos marcaram o ano de 2020

Por Alice Castelani e Thauan Santos | O ano de 2020 foi marcado por extremos climáticos, evidenciando o agravamento do aquecimento global. 2020 registrou os...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome