Concentração da produção de gás pode ameaçar estabilidade do fornecimento na União Europeia

Por Dominique Marques e Thauan Santos |

As crises ocorridas em 2006 e 2009, entre Rússia e Ucrânia, levaram ao corte de gás que abastece muitos países europeus, onde estes tiveram que racionar seus consumos, levando ao fechamento de fábricas, por exemplo. O problema se intensificou em 2014, quando o presidente ucraniano foi expulso e a Rússia apoiou movimentos separatistas no país, anexando a Crimeia. Isto levou a Ucrânia a pedir ajuda aos EUA e à União Europeia contra a Rússia, considerada um país agressor. Contudo, a Rússia abastece 30% do gás europeu, onde alguns países, como Luxemburgo e Malta chegam a depender 90% do gás russo.

Impacto em Segurança e Defesa: Projetos de gasodutos que ignoram a rota da Ucrânia, como o Nord Stream 2, ligando diretamente à Alemanha, dão poder à Rússia sobre a escolha do abastecimento ou não de ex-países-satélites da URSS, sem afetar seus grandes clientes na Europa exercendo, portanto, grande poder e ameaçando a integridade da União Europeia.

Fonte: EUROSTAT. From where do we import energy and how dependent are we? Disponível em: https://ec.europa.eu/eurostat/cache/infographs/energy/bloc-2c.html.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome