Convívio e consumo de animais silvestres são ameaças à biodefesa

Por Diego L. S. Navia e Daniel Vidal Pérez |

A criação de animais silvestres representa uma ameaça à biodefesa, recapitulando os surtos de zoonoses que acompanharam as primeiras domesticações há 12 mil anos atrás. Caçadores que são feridos por sua presa, ou no seu processo de coleta, facilitam a transmissão dessas doenças, assim como a troca de fluidos durante o manuseio e a falta de higiene e regulação nos mercados. Aproximadamente, 60% das infecções humanas possuem origem animal e, das novas e emergentes, 75% são multiespécies. Além disso, 80% dos patógenos que afetam os animais incluem, ocasionalmente, os humanos. Antrax, tuberculose bovina, brucelose, raiva, febre do Lassa e tripanossomíase são alguns exemplos.

Impactos em segurança e defesa: A ameaça biológica traz consigo a possibilidade de milhões de mortes, além de bilhões de dólares em perdas econômicas – cifra que pode aumentar exponencialmente em caso de pandemias. Ainda assim, não há um plano estratégico nacional abrangente para a biodefesa, tampouco há orçamento direcionado a esse objeto.

Indicadores: Quase seis milhões de toneladas de carne de origem selvagem são consumidas na América Latina e na África Central, representando 48g/dia/indivíduo, em contraposição aos 34g/dia consumidos de animais domésticos. Das 8.000 propriedades rurais analisadas em 24 países da América Latina, África e Ásia, 39% abatem animais selvagens.

Fonte: RANDOLPH, D. G. Preventing the Next Pandemic. United Nations Environment Programme, 2020. Disponível em: https://reliefweb.int/sites/reliefweb.int/files/resources/ZP.pdf

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome