Dia Nacional da Amazônia Azul é celebrado em 16 de novembro

Por Bernardo Rodrigues e Thauan Santos |

Desde que entrou em vigor a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, em 2015, é comemorado o Dia Nacional da Amazônia Azul em 16 de novembro. Este termo foi criado pela Marinha do Brasil para delimitar a área marítima sob jurisdição brasileira. Com cerca de 5,7 milhões de km2 e aproximadamente 67% da área continental brasileira, este território marítimo compreende mais de 90% da produção de petróleo e 95% do comércio exterior. Além disso, apresenta atividades como pesca e aquicultura, turismo e esportes náuticos, portos e indústria naval, extração de recursos naturais e biotecnológicos, assim como potencialidades de fontes alternativas de energia (eólica offshore, ondomotriz, maremotriz, usina flutuante de energia solar) precursoras do processo de descarbonização da matriz energética brasileira.

Impactos em Segurança e Defesa: A Amazônia Azul corresponde a uma nova fronteira do desenvolvimento brasileiro, principalmente a partir da validação do Atlântico Sul como área prioritária pela Estratégia Nacional de Defesa (END), intensificação do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), concepção do Planejamento Espacial Marinho (PEM) e as recentes criações do Grupo Técnico “PIB do Mar” (GT PIB do MAR) e do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz).

Fonte: BRASIL. MARINHA DO BRASIL. Dia Nacional da Amazônia Azul. 2020. Disponível em: https://www.marinha.mil.br/node/12129/backlinks.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Turquia chegará à Lua até 2023

Por Caroline Colbert | O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan anunciou no dia 9 de fevereiro um plano de programa espacial com duração de 10...

Degelo atual é compatível com os piores cenários previstos pelo IPCC

Por Victor Gaspar Filho e Thauan Santos | Estudo financiado pelo Conselho de Pesquisa Ambiental britânico constatou que a aceleração do degelo global é condizente...

Japão está desenvolvendo primeiro satélite de madeira do mundo

Por Leandro Laranjeiras e Caroline Colbert | Pesquisadores da universidade de Kyoto e da empresa Sumitomo Forestry iniciaram o projeto dos primeiros satélites do mundo...

Extremos climáticos marcaram o ano de 2020

Por Alice Castelani e Thauan Santos | O ano de 2020 foi marcado por extremos climáticos, evidenciando o agravamento do aquecimento global. 2020 registrou os...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome