Escassez de água é fator acelerador de conflitos intra e extraestatais

Por Ana Carolina Terra e Marcelle Bessa |

A água doce é um bem indispensável à vida, além de ser um recurso finito. No quadro atual encontram-se problemas no consumo, na distribuição, gestão e comercialização da água, que se torna também responsável pela miséria e por conflitos em muitas regiões. As hostilidades em que a questão hídrica é o epicentro têm sido consideravelmente aumentadas devido a fatores como o aquecimento global acelerado, o aumento das produções agrícola e industrial e a má gestão governamental. América Latina, Oriente Médio, Ásia, EUA, entre outros já enfrentam crises e enfrentamentos em âmbito doméstico e regional, envolvendo muitas vezes diversos países.

Impacto em Segurança e Defesa: Diversos conflitos têm sido cada vez mais intensificados devido às lutas por controles de rios e afins. Além disso, países como os EUA já buscam se posicionar militarmente em regiões como a do Aquífero Guarani (que abrange o Uruguai, Argentina, Paraguai e Brasil) com vistas a um futuro ambiente de escassez mais rígida de água no mundo. 

Fonte: PINTO, ElisGeopolítica da Água. Revista de Geopolítica, v.8, n°1, p 19-32. 2017. Disponível em: http://www.revistageopolitica.com.br/index.php/revistageopolitica/article/view/172 


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Exército norte-americano trabalha no desenvolvimento de materiais autorregenerativos autônomos

Por Felipe Marques e Thiago Jacobino Honório | Pesquisadores do Exército dos Estados Unidos e da Texas A&M University juntaram esforços para a elaboração de um novo...

Acordo que removerá impasses entre Israel e os Emirados Árabes Unidos favorece os EUA

Por Antonella Ribeiro e Thiago Jacobino Honório | Segundo um oficial emiradense, o acordo para normalizar as relações do país árabe com Israel removerá qualquer...

Retração nos níveis de consumo reduz pegada ecológica da humanidade

Por Mayara Matos e Thauan Santos | O ritmo que a humanidade consome os recursos do planeta teve uma queda significativa no ano de 2020....

Detritos espaciais são rastreados pela primeira vez à luz do dia

Por Ana Clara Guinelle Teixedo e Caroline Colbert | Pesquisadores da Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) criam um novo método que possibilita que lasers...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome