Escassez de chuva agrava seca do rio Paraguai

Por Alice Castelani e Thauan Santos |

Nos últimos meses a escassez de chuvas no pantanal brasileiro fez com que o rio Paraguai sofresse uma queda histórica em sua vazão. Este atingiu o nível mais baixo dos últimos 51 anos, 4 a 8 centímetros abaixo do seu zero hidrométrico. Em diversos pontos, o tráfico de navios comercias que transportam grãos, combustível e minério de ferro não é mais possível. Segundo o governo do Paraguai, se esse quadro não se alterar em algumas semanas, os navios terão de ficar atracados no porto. Esse cenário é preocupante para a economia do país, considerando que cerca de 52% das importações e 73% das exportações de produtos acontece pela via fluvial (Ministério do Comércio).

Impacto em Segurança e Defesa: O rio Paraguai é a única saído para mar do Estado paraguaio, tendo uma importância estratégica fundamental para o país, tanto em termos econômicos, quanto em termos de segurança. A escassez de chuvas e a diminuição da vazão do rio tem resultado na falta de água e de suplementos básicos, comprometendo a capacidade do país de garantir a segurança humana.

CASTEDO, Antía. A história seca do rio Paraguai que impede a navegação de barcos e ameaça a economia do país. BBC News mundo, publicado em 26 de out. 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54694387.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome