Espaço exterior constitui nova fronteira na disputa por recursos minerais

Por Victor Gaspar Filho e Marcelle Bessa |

Por meio de decreto presidencial, os Estados Unidos passaram a atribuir às empresas mineradoras a propriedade sobre materiais extraídos no espaço exterior. Consórcios entre a NASA e empresas particulares planejam voos tripulados para a Lua com o objetivo de garantir a presença continuada no satélite natural. A agência enfatiza o caráter científico, comercial e militar dos recursos extraídos tanto neste corpo celeste, como em Marte ou em asteroides. Está em desenvolvimento a capacidade de processamento desses minerais no próprio local. A água extraída de solo lunar poderia ser convertida em combustível para reabastecer satélites ou meios com destino a outros astros. Já minerais de elevado aproveitamento poderiam aprovisionar cadeias produtivas na Terra, suprindo eventuais carências.

Impacto em Segurança e Defesa: Embora a iniciativa norte-americana autodeclare-se pacífica, se distancia do posicionamento convencional do espaço exterior como global commons. Estados como Rússia e China se manifestaram em objeção à criação de zonas-seguras para extração de recursos minerais, criando a possibilidade do surgimento de contenciosos entre estes países.

Fonte: GILBERT, A; BAZILIAN, M. The Geostrategic Importance of Outer Space Resources. The National Interest, 15 mai. 2020. Disponível em: https://nationalinterest.org/feature/geostrategic-importance-outer-space-resources-154746.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome