Estudos prospectivos da Shell apontam carbono zero até 2050 na União Europeia

Por Cesar Castello Branco Martins |

A Shell elaborou estudo de cenários prospectivos que analisa o que a União Europeia (EU) pode fazer para descarbonizar seu consumo de energia nos próximos 30 anos. Para atingir os objetivos do Acordo de Paris, foram explorados potenciais caminhos para diferentes setores econômicos e países, que garantissem o aumento da temperatura média global em até 1,5ºC. Internacionalmente reconhecida pela sua metodologia de cenários prospectivos, a companhia concluiu que esta é uma tarefa possível, mas altamente exigente, e que para ser bem sucedida será necessário a implantação de tecnologias limpas e a mudança de opções para apoiar uma economia verde, como estruturas de políticas coerentes e confiáveis ​​que sejam previsíveis e consistentes ao longo do tempo.

Impacto em Segurança e Defesa: Uma elevação acentuada da temperatura média mundial poderá trazer riscos para a saúde, aos meios de subsistência, à segurança alimentar, ao abastecimento de água, à segurança humana e ao crescimento econômico. Preocupações que reforçam a articulação pelo desenvolvimento de uma arquitetura global de governança que promova a governabilidade climática.

Indicador: O consumo das diferentes fontes de energias renováveis pelos países membros da UE, as suas emissões líquidas de carbono, e o preço do carbono são indicadores que foram avaliados neste estudo da Shell para a descarbonização da economia do bloco europeu.

Fonte: SHELL. Shell Scenarios Sketch: A Climate-Neutral EU by 2050. Shell.com. abr. 2020. Disponível em: https://www.shell.com/energy-and-innovation/the-energy-future/scenarios/scenario-sketches/new-sketch-a-climate-neutral-eu.html.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

FAB usa modelo computacional para auxílio na tomada de decisão

Por Marcelo Andrade de Barros e Walmor Cristino Leite Junior | O Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) desenvolveu o protótipo de um sistema...

Gamificação ajuda no treinamento organizacional sobre cibersegurança

Por Jéssica Leite dos Santos e Nathalie Torreão Serrão| Empresas e agências governamentais vêm empregando metodologia baseada em jogos para dirimir riscos de violação de...

Estados Unidos testam satélite capaz de produzir energia elétrica

Por Larissa Caroline Souza da Silva e Caroline Colbert | Um grupo de cientistas do exército dos Estados Unidos testou com sucesso um satélite, equipado...

Enfraquecimento da Corrente do Golfo é motivo de alerta

Por Samira Scoton e Daniel Vidal Pérez | A Corrente do Golfo (Atlantic Meridional Overturning Circulation – AMOC) atingiu seu nível menos intenso em mil...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome