Hidrogênio acarreta disputa geopolítica entre países

Por Antonio Pedro Lima e Thuan Santos |

O controle pelas cadeias globais de valor de tecnologias de energia de baixo carbono é fundamental para a competitividade econômica, segurança nacional e a dependência energética dos países. A possível consolidação de uma economia à base de hidrogênio pode moldar novas dinâmicas geopolíticas. Cada alternativa de cadeia de valor cria um conjunto de vencedores e perdedores, portanto a escolha de determinado caminho de produção não será apenas uma função de custos e eficiência técnica. Os conflitos entre as diferentes partes interessadas na cadeia de valor irão configurar a criação de um mercado global de hidrogênio e afetar a transição energética.

Impactos em Segurança e Defesa: O hidrogênio é uma prioridade para o pacote de recuperação da economia europeia no período pós-Covid. A questão do vazamento de carbono pode determinar o interesse em produzir hidrogênio verde ou azul. Deixada à própria sorte, uma economia movida a hidrogênio pode resultar na fragmentação do mercado, lock-in de carbono e intensa rivalidade tecnológica e geoeconômica.

Indicadores: Em 2050, o hidrogênio poderá atender 24% da demanda mundial de energia, caso hajam políticas em vigor, em um cenário de aquecimento global limitado a 1,5º C. Isso exigiria mais de US$ 11 trilhões em investimentos na produção, armazenamento e infraestrutura de transporte, gerando vendas anuais de U$ 700 bilhões.

Fonte: VAN DE GRAAF, Thijs; OVERLAND, Indra; SCHOLTEN, Daniel; WESTPHAL, Kirsten. The new oil? The geopolitics and international governance of hydrogen. Energy Research & Social Science, v. 70, jun. 2020. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2214629620302425#:~:text =Researchers%20and%20policymakers%20need%20to,relations%20and%20alli ances%20between%20countries.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Aquecimento global causa risco de aumento em 3 graus Celsius

Por Nicole Torres e Thauan Santos | Um estudo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) constatou que os gases do efeito estufa atingiram novo pico em...

COVID-19 afeta a segurança alimentar e preocupa consumidores asiáticos

Por Julia Nishio e Daniel Vidal Pérez | A COVID-19 potencializou o número de consumidores preocupados com a contaminação dos alimentos na região da Ásia-Pacífico...

O site do Informativo RADAR agora é totalmente bilíngue

O site do Informativo RADAR estará, a partir de janeiro de 2021, totalmente bilíngue. O leitor agora poderá optar em ler as matérias do...

China seleciona 18 astronautas para treinamento em futura estação espacial

Por Caroline Colbert | A China escolheu 18 novos astronautas para ficarem a bordo da futura estação espacial chinesa. Os novos astronautas incluem 17 homens...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome