Inteligência Artificial prevê catástrofe se isolamento social relaxar muito cedo

Por Giselli Nichols |

Pesquisadores do MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos EUA, treinaram um algoritmo de Inteligência Artificial (IA) para prever a disseminação dos casos de Covid-19 em uma região. Os resultados alertam que uma catástrofe pode ocorrer se as medidas de isolamento e distanciamento social forem abandonadas cedo demais. A equipe treinou sua IA para extrapolar dados publicamente, levando em conta a abordagem que diferentes governos estão adotando quanto às medidas de distanciamento social e quarentena, além de outros parâmetros padrões de epidemiologia. A máquina foi capaz de prever com precisão a curva em todos os países para os quais tinha dados.

Impactos em Segurança e Defesa: O emprego de IA em análise de dados amplia a capacidade de identificação da evolução de situações de risco epidemiológico, auxiliando no planejamento de ações mitigadoras e na pronta resposta.

Fonte: GREENE, Tristan. MIT’s AI predicts catastrophe if social distancing restrictions relax too soon. EUA: TNW, 16 apr. 2020. Disponível em: https://thenextweb.com/neural/2020/04/16/mits-ai-predicts-catastrophe-if-social-distancing-restrictions-relax-too-soon/.


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Exército norte-americano trabalha no desenvolvimento de materiais autorregenerativos autônomos

Por Felipe Marques e Thiago Jacobino Honório | Pesquisadores do Exército dos Estados Unidos e da Texas A&M University juntaram esforços para a elaboração de um novo...

Acordo que removerá impasses entre Israel e os Emirados Árabes Unidos favorece os EUA

Por Antonella Ribeiro e Thiago Jacobino Honório | Segundo um oficial emiradense, o acordo para normalizar as relações do país árabe com Israel removerá qualquer...

Retração nos níveis de consumo reduz pegada ecológica da humanidade

Por Mayara Matos e Thauan Santos | O ritmo que a humanidade consome os recursos do planeta teve uma queda significativa no ano de 2020....

Detritos espaciais são rastreados pela primeira vez à luz do dia

Por Ana Clara Guinelle Teixedo e Caroline Colbert | Pesquisadores da Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) criam um novo método que possibilita que lasers...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome