Insegurança alimentar é potencializada pela falta de planejamento estratégico

Por Gabriel Paes e Daniel Vidal Perez |

O índice global de preços de alimentos (FFPI) revelou que os primeiros meses de 2020 mudaram uma tendência de crescimento verificada em 2019, atingindo o seu menor valor desde dezembro de 2018. Os principais fatores relacionados foram a alta disponibilidade de alimentos para exportação e a desaceleração das atividades comerciais. No entanto, observa-se duas respostas diferentes dos países importadores. Uma parcela reduzida apresenta um sólido e ramificado sistema de estoques estratégicos, que permitem uma tomada de decisão política com relativa consciência situacional. A grande maioria dos importadores, ao contrário, dispõe de infraestruturas precárias e recursos financeiros escassos, comprometendo sua segurança alimentar.

Impactos em Segurança e Defesa: De um lado, a insegurança alimentar pode ser o estopim de conflitos sociais e armados, em regiões da África Subsaariana, Oriente Médio e Ásia, forçando a migração de contingentes populacionais. Por outro lado, é uma grande oportunidade geopolítica para países como a China através de seu programa Belt and Road Initiative.

Fonte: Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO). FAO World Price Index. FAO, Roma, 04 de junho de 2020. Disponível em: http://www.fao.org/worldfoodsituation/foodpricesindex/en/.


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Exército norte-americano trabalha no desenvolvimento de materiais autorregenerativos autônomos

Por Felipe Marques e Thiago Jacobino Honório | Pesquisadores do Exército dos Estados Unidos e da Texas A&M University juntaram esforços para a elaboração de um novo...

Acordo que removerá impasses entre Israel e os Emirados Árabes Unidos favorece os EUA

Por Antonella Ribeiro e Thiago Jacobino Honório | Segundo um oficial emiradense, o acordo para normalizar as relações do país árabe com Israel removerá qualquer...

Retração nos níveis de consumo reduz pegada ecológica da humanidade

Por Mayara Matos e Thauan Santos | O ritmo que a humanidade consome os recursos do planeta teve uma queda significativa no ano de 2020....

Detritos espaciais são rastreados pela primeira vez à luz do dia

Por Ana Clara Guinelle Teixedo e Caroline Colbert | Pesquisadores da Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) criam um novo método que possibilita que lasers...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome