Inteligência Artificial foi a primeira a notificar surto de Coronavírus

Por Taíza Oliveira e Giselli Nichols |

O algoritmo da healthtech canadense BlueDot, baseado em Inteligência Artificial (IA), emitiu aviso de alerta para um surto de Coronavírus em 31 de dezembro de 2019, quase uma semana antes do Centro de Controle de Doenças dos EUA e da OMS. A tecnologia foi capaz de acertar o epicentro e a transmissão da doença com precisão. Este algoritmo analisou notícias de sites, fóruns, blogs e discursos oficiais estrangeiros usando o processamento em linguagem natural e aprendizado de máquina, juntamente com o rastreamento de redes de doenças de animais e plantas e declarações oficiais de governos, em busca de indícios de doenças.

Impacto em Defesa e Segurança: Algoritmos com base em Inteligência Artificial já são uma realidade e demandam criação de políticas de biossegurança e biodefesa. O emprego da IA deverá ocupar cada vez mais lugar em programas e sistemas de análise e detecção de riscos diversos.

Fonte: NIILE, Eric R. An AI Epidemiologist Sent the First Warnings of the Wuhan Virus. WIRED. Disponível em: https://www.wired.com/story/ai-epidemiologist-wuhan-public-health-warnings/.


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Exército norte-americano trabalha no desenvolvimento de materiais autorregenerativos autônomos

Por Felipe Marques e Thiago Jacobino Honório | Pesquisadores do Exército dos Estados Unidos e da Texas A&M University juntaram esforços para a elaboração de um novo...

Acordo que removerá impasses entre Israel e os Emirados Árabes Unidos favorece os EUA

Por Antonella Ribeiro e Thiago Jacobino Honório | Segundo um oficial emiradense, o acordo para normalizar as relações do país árabe com Israel removerá qualquer...

Retração nos níveis de consumo reduz pegada ecológica da humanidade

Por Mayara Matos e Thauan Santos | O ritmo que a humanidade consome os recursos do planeta teve uma queda significativa no ano de 2020....

Detritos espaciais são rastreados pela primeira vez à luz do dia

Por Ana Clara Guinelle Teixedo e Caroline Colbert | Pesquisadores da Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) criam um novo método que possibilita que lasers...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome