Internet das Coisas Submarina faz transmissão de dados através da água

Por Caroline Boletta e Gabriella Nichols |

A norte-americana WFS Technologies desenvolveu um dispositivo para Internet das Coisas Submarina (SIoT, sigla em inglês) que realiza transmissão de dados através da água, ou da zona limite ar-mar, por rede sem fio e dispositivos inteligentes. O Seatooth funciona sobre ondas de rádio de baixa frequência, entre 1 Hz e 2.485 GHz, para a transmissão de informações, como temperatura, movimento e leituras de acelerômetro. Vai além da coleta remota de dados de sensores por veículos subaquáticos remotos e autônomos, ROV (Veículo Submarino Operado Remotamente) e AUV (Veículo Autônomo Submarino). A SIoT foi projetada para criar uma conexão onipresente sem interrupções entre dispositivos inteligentes com conectividade com a Internet na IoT, datacenters em nuvem de alto nível, mecanismos de análise e aplicativos de software empresarial industrial.

Impactos de segurança e defesa: A SIoT poderá facilitar e aperfeiçoar a utilização de submarinos autônomos e veículos submarinos operados remotamente, aumentando a eficiência dos sistemas de defesa, como as estratégias de Anti-acesso e Negação de Área (A2/AD), mas também contribuir para debates sobre a criação de novas armas autônomas, seus limites e suas implicações.

Fonte: O Internet of Business. What is the Subsea Internet of Things (SIoT)?. Disponível em: https://internetofbusiness.com/what-is-the-subsea-internet-of-things-siot/

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

1 Comentário

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome