Vacina contra Covid-19 desenvolvida em conjunto pelo México e Argentina terá preço acessível

Por Thiago Jacobino Honório e Ana Cláudia Ferreira |

Argentina e México produzirão doses regionais da vacina experimental de imunização contra o coronavírus. O desenvolvimento está por conta da Universidade de Oxford para serem distribuídas pela América Latina de acordo com a demanda dos governos. O laboratório argentino mAbxience fabricará a substância ativa da vacina e o laboratório mexicano Liomont concluirá o processo de acabamento e embalagem. A ideia é produzir, no máximo, 250 milhões de doses durante o primeiro semestre de 2021. Vale lembrar que o Brasil não participará desse programa, pois já tem seu próprio acordo com a Universidade de Oxford para adquirir 100 milhões de doses, além da tecnologia para produzi-las regionalmente.

Impacto em Defesa e Segurança: Com essa conduta pretende-se alcançar um maior alcance de imunização contra o vírus para a América Latina. Isso porque será uma vacina sem buscar lucro, onde cada dose custará entre dois e quatro dólares – preço acessível para grande parte da população, graças a um acordo com a Fundação Slim para o desenvolvimento do projeto.

Fonte: MOLINA, Federico Rivas. Argentina e México produzirão vacina de Oxford para a América Latina. Brasil já tem acordo próprio. El Pais, 13 ago.2020. Disponível em: https://brasil.elpais.com/internacional/2020-08-13/argentina-e-mexico-produzirao-vacina-de-oxford-para-a-america-latina-brasil-ja-tem-acordo-proprio.html


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Falta de apoio à agricultura familiar atinge o brasileiro

Por Diego Navia e Daniel Vidal Pérez | Dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018 do IBGE indicam um aumento de 3 milhões de...

Fórum Econômico Mundial desenvolve projeto de IoT para os ODS da ONU

Por Caroline Boletta e Gabriella Nichols | O Fórum Econômico Mundial está implementando o projeto "IoT para o desenvolvimento sustentável", que destina-se à busca de...

General norte-americano defende maior utilização de satélites de vigilância

Por Raquel Missagia | Para o general norte-americano Kenneth Wilsbach, mais satélites devem ser utilizados para a vigilância tática. O comando Indo-Pacífico norte-americano incluiu em...

Estados Unidos declaram emergência nacional para conquistar independência no setor mineral

Por Marcelle Bessa e Victor Gaspar Filho | O governo estadunidense declarou emergência nacional para contornar a dependência de importações de minerais críticos. Através dessa...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome