Novas agências espaciais emergentes surgem em países não centrais

Por Pedro Martinez e Caroline Colbert |

Na última década, 13 agências espaciais foram abertas em países não centrais, o que simboliza uma mudança no significado de instituições estatais dentro da indústria. Enquanto anteriormente o objetivo principal dessas agências estava na expressão de soberania tecnológica, países com menor capacidade econômica agora buscam o espaço de maneira pragmática, visando lucrar a partir de parcerias. O fator dinamizador deste processo foi, entre outros, a diminuição de custos e de tamanho de satélites, junto com a digitalização de dados, possibilitando que agências menores evoluam a partir da especialização de processos, ao invés de entrar em competição com grandes atores.

Impacto em Segurança e Defesa: O impacto mais imediato é o aumento da concorrência internacional em atividades comerciais espaciais, o que pode levar ao barateamento de produtos e serviços. No aspecto político, haverá mais Estados interessados nas discussões multilaterais envolvendo segurança e militarização espacial. Além disso, essa tendência contribuirá com o congestionamento de satélites na órbita baixa.

Fonte: PATEL, Neel. There has never been a better time to start a small space agency. MIT Technology Review,Cambridge, 26 nov. 2019. Disponível em: https://www.technologyreview.com/2019/11/26/131822/why-its-now-the-perfect-time-to-start-a-small-space-agency.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Turquia chegará à Lua até 2023

Por Caroline Colbert | O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan anunciou no dia 9 de fevereiro um plano de programa espacial com duração de 10...

Degelo atual é compatível com os piores cenários previstos pelo IPCC

Por Victor Gaspar Filho e Thauan Santos | Estudo financiado pelo Conselho de Pesquisa Ambiental britânico constatou que a aceleração do degelo global é condizente...

Japão está desenvolvendo primeiro satélite de madeira do mundo

Por Leandro Laranjeiras e Caroline Colbert | Pesquisadores da universidade de Kyoto e da empresa Sumitomo Forestry iniciaram o projeto dos primeiros satélites do mundo...

Extremos climáticos marcaram o ano de 2020

Por Alice Castelani e Thauan Santos | O ano de 2020 foi marcado por extremos climáticos, evidenciando o agravamento do aquecimento global. 2020 registrou os...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome