OTAN quer usar sistemas autônomos para melhorar a segurança marítima

Por Charles Martins Hora e Jéssica Germano de Lima Silva |

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) tem divulgado sua crescente intenção de empregar sistemas marítimos autônomos em suas atividades com o objetivo de melhorar a segurança e a consciência situacional marítima do Atlântico Norte. A proposta é formar um ecossistema de inovação capaz de desenvolver, adquirir e financiar novas tecnologias, garantindo assim que as Forças dos estados-membros cumpram suas missões de manutenção da segurança marítima. A ideia é manter sistemas autônomos em diversas dimensões do campo de batalha, que estejam no ar, na superfície e abaixo da água para aumentar a eficácia operacional, redução de custos e aprimoramento de capacidades, evitando colocar os militares em risco.

Impacto para Segurança e Defesa O cenário europeu segue a tendência de empregar essas tecnologias para atividades relacionadas à defesa e segurança. Dessa forma, esse movimento pode estimular as empresas desse setor a desenvolverem tecnologias para atividades como busca e salvamento, guerra antissubmarino, desminagem, segurança portuária, também visando coibição de atividades criminosas como pesca ilegal, pirataria, tráfico de drogas, armas e pessoas.

Fonte: NORTH ATLANTIC TREATY ORGANIZATION. Meet Michael Brasseur, a US Navy officer promoting use of drones to protect the seas. North Atlantic Treaty Organization, 29 jul. 2020. Disponível em: https://www.nato.int/cps/en/natohq/news_177454.htm?selectedLocale=en.

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome