Permanência de hábitos indica manutenção de pandemias

Por Diego L. S. Navia e Samira Scoton |

Equipamentos de proteção, distanciamento social, aumento de hábitos de higiene e limitação de aglomerações são responsáveis pela redução da propagação da COVID-19. Surtos de síndromes respiratórias são suscetíveis a intervenções não farmacológicas, fazendo com que tais medidas sejam responsáveis pela redução dos casos de influenza no último inverno do hemisfério sul. A permanência de hospedeiros é determinante no surgimento de mutações, ocasionando alterações nas proteínas da membrana virótica, anulando os anticorpos anteriormente produzidos, o que gera endemias. A heterogeneidade dos sintomas e as reações causadas pelo Coronavírus alertam para a possibilidade de indivíduos nunca desenvolverem a imunidade, justificando a permanêcia das medidas de proteção.

Impactos em segurança e defesa: Estudos relacionados a outros Coronavírus, cuja duração de imunidade adquirida se estende por até 40 semanas, apontam para surtos subsequentes da doença no decorrer dos anos, gerando gastos com saúde pública, perdas econômicas insustentáveis a longo prazo, além da volta de medidas restritivas da população, podendo interferir nas expressões econômica e psicossocial do Poder Nacional.

Fonte: SHAMAN, J. Will SARS-CoV-2 become endemic? Science, 2020. Disponível em: https://science.sciencemag.org/content/370/6516/527

 

 

 

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Turquia chegará à Lua até 2023

Por Caroline Colbert | O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan anunciou no dia 9 de fevereiro um plano de programa espacial com duração de 10...

Degelo atual é compatível com os piores cenários previstos pelo IPCC

Por Victor Gaspar Filho e Thauan Santos | Estudo financiado pelo Conselho de Pesquisa Ambiental britânico constatou que a aceleração do degelo global é condizente...

Japão está desenvolvendo primeiro satélite de madeira do mundo

Por Leandro Laranjeiras e Caroline Colbert | Pesquisadores da universidade de Kyoto e da empresa Sumitomo Forestry iniciaram o projeto dos primeiros satélites do mundo...

Extremos climáticos marcaram o ano de 2020

Por Alice Castelani e Thauan Santos | O ano de 2020 foi marcado por extremos climáticos, evidenciando o agravamento do aquecimento global. 2020 registrou os...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome