Pesquisador apresenta perspectivas diferentes para cenário pós-pandemia

Por Carla Cristina Passos Cruz e Jéssica Leite dos Santos |

O ano de 2020 ficará marcado na história mundial em decorrência da pandemia da COVID-19, cujo impacto atingiu diversas esferas como a social, política, econômica, relações diplomáticas, dentre outras. Neste contexto, o pesquisador da USP, Guilherme Wisnik, levantou duas perspectivas para o cenário pós-pandemia. A primeira aponta o surgimento e consolidação de uma solidariedade mundial ao passo que a paralisação parcial do consumo criaria uma recessão econômica, enquanto a segunda aborda a absorção de sistemas de monitoramento, controle e vigilância orientais por países ocidentais em contexto de crise, podendo macular a liberdade individual nos moldes desses. Apesar de aparentemente incipientes, os indicativos de futuro citados apresentam potencial de intensificação e merecem monitoramento.

Impacto em Segurança e Defesa: Como impactos, destaca-se a forma como a pandemia da COVID-19 influencia em todas as esferas da sociedade e nas relações diplomáticas e, no futuro, o que concerne à imposição de hábitos, o controle e vigilância para sublimar a sobreposição de um ou mais países sobre os demais.

Indicadores: O nível de restrição das normas nacionais sobre o uso de dados e informações; remodelagem de políticas de segurança pública; o conteúdo de campanhas de conscientização governamentais e da mídia acerca de hábitos do dia-a-dia e de convívio social.

Fonte: WISNIK, G. Como ficará o mundo no pós-pandemia de coronavírus? Rádio USP, 02 abr. 2020. Disponível em: jornal.usp.br/?p=311676


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

IBM e Promare lançam navio autônomo para pesquisas oceânicas

Por Taíza Santos e Giselli Nichols | Mayflower, o primeiro navio totalmente autônomo a cruzar o Oceano Atlântico, zarpa este mês de setembro em sua...

Satélites de monitoramento revelam intensa atividade de pesca ilegal no Oceano Pacífico

Por Caroline Colbert| Os satélites de monitoramento de atividades terrestres ajudaram pesquisadores a descobrir operações de pesca ilegal em grande escala nas águas da Coréia...

Congresso Americano investe U$ 4 mi em pesquisa sobre métodos controversos de esfriamento da Terra

Por Gabriela Schneider e Thauan Santos| A agência Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) afirma ter recebido 4 milhões de dólares do Congresso Americano para...

Força Espacial dos EUA está desenvolvendo estratégia diferenciada para recrutar novos talentos

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | A Força Espacial dos EUA está considerando novas estratégias de recrutamento de novos talentos do setor de...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome