Pesquisadores detectam vulnerabilidade em assistente eletrônico da Amazon

Por Walmor Cristino Leite Junior e Alan Oliveira de Sá |

Vulnerabilidade no sistema Alexa, assistente eletrônico da companhia Amazon, poderia ser explorada para roubar dados pessoais, como registro de voz, e inserir comandos maliciosos que seriam executados sem o conhecimento dos usuários. Para que o sistema fosse afetado pelo ataque bastava que um dispositivo, conectado na mesma rede que o assistente pessoal, acessasse um link dissimulado enviado pelos atacantes. Esse link apresentava características muito semelhantes a um link original, com o objetivo de confundir o alvo. A empresa responsável pelo sistema já providenciou a correção da falha, mas a possibilidade da existência de outros pontos fracos não pode ser ignorada.

Impacto em Segurança e Defesa: A utilização de assistentes pessoais eletrônicos se torna cada vez mais comum. Ataques direcionados a indivíduos atuantes no campo da segurança e defesa podem permitir que atacantes tenham acesso a informações sensíveis, como impressão digital, senhas e assinatura de voz.

Fonte: AMAZON Alexa security bug allowed access to voice history. BBC News, 13 ago. de 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/news/technology-53770778?intlink_from_url=https://www.bbc.com/news/topics/cz4pr2gd85qt/cyber-security&link_location=live-reporting-story


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Artigo explora a relação histórica entre a guerra e o Estado

Por Thiago Jacobino Honório | O trabalho apresenta as raízes da formação dos dois fenômenos e sua relação a partir da Segunda Guerra Mundial (1939-1945)....

Coreia do Sul quer cooperação da Rússia em assuntos espaciais

Por Ana Carolina Castilho e Caroline Colbert | Coreia do Sul busca cooperação militar com a Rússia em meio à crescente ameaça na Península Coreana,...

Projeto espacial bilionário da Amazon indica tendência perigosa

Por Leandro Laranjeiras e Caroline Colbert | A Amazon recebeu permissão da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FFC) para lançar 3.326 satélites em...

EUA investigam objetos aéreos não identificados contra possível espionagem

Por Pedro Martinez e Caroline Colbert | O Pentágono divulgou recentemente a criação da Força Tarefa para Fenômenos Aéreos Não Identificados (UAPTF, em inglês), que...

Artigos relacionados

1 Comentário

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome