Pirataria no litoral nigeriano ameaça cadeias de suprimento de petróleo

Por Antônio Pedro Lima e Marcelle Bessa |

Grupos de piratas estão se expandindo na África Ocidental, principalmente no litoral da Nigéria, ameaçando o armazenamento de petróleo offshore. De acordo com o Bureau Marítimo Internacional, o primeiro trimestre de 2020 registrou 47 ataques. A região do Golfo da Guiné sofreu 21 ataques e 90% dos sequestros do mar em 2019, sendo a maioria realizada no litoral da Nigéria. Devido à queda recente nos preços de petróleo, os piratas têm procurado embarcar em navios e instalações offshore para sequestrar tripulantes. A perspectiva de assistência internacional ainda é remota, o que pode prejudicar o crescimento da maior economia da África.

Impacto em Segurança e Defesa: O aumento da pirataria ameaça as cadeias de suprimentos de petróleo e a segurança energética, acarretando riscos para empresas internacionais de distribuição de petróleo. Diversas rotas marítimas evitam o Golfo da Guiné. Devido aos pagamentos de resgate para liberação dos tripulantes, os custos para exportadores da região aumentaram.

Indicadores: As importações da Nigéria para o Brasil superaram US 10 bilhões em 2014, com expressiva concentração de petróleo. Em 2017, as importações da Nigéria foram de US$ 829 milhões. Essa redução se deve a uma série de fatores, e os riscos relacionados à segurança podem acentuar a queda.

Fonte: SMITH, Elliot. Pirates are expanding in West Africa, threatening offshore oil storage. CNBC , Nova Jersey, ano 41, 28 abr. 2020. Disponível em: https://www.cnbc.com/2020/04/27/pirates-are-expanding-in-west-africa-threatening-offshore-oil-storage.html

Últimos Artigos

EUA e Reino Unido acusam Rússia de testar arma antissatélites

Por Larissa Caroline Souza da Silva e Caroline Colbert | Washington e Londres afirmam que Moscou teria testado, no dia 15 de julho desse ano,...

Embrapa descobre potencial biotecnológico em rios amazônicos

Por Bernardo Rodrigues e Thauan Santos | Cientistas da Embrapa Amazônia Ocidental vêm realizando pesquisas com microrganismos coletados de sedimentos de rios amazônicos com potencial...

Empresa chinesa realiza o primeiro voo do drone marítimo CH-5

Por Ana Cláudia Ferreira e Thiago Jacobino Honório | A empresa de aeronaves chinesas, CH UAV Company, realizou o primeiro voo da versão marítima do...

SpaceX avança no lançamento de satélites Starlink e BlackSky

Por Mariane Almeida e Caroline Colbert | A SpaceX realizou mais um lançamento de satélites nesta sexta (7), às 2h12min no horário de Brasília. No...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome