Plano de ação emergencial do BNDES socorre construção naval brasileira

Por Michael Scheffer Lopes e Jéssica Germano |

O BNDES suspendeu a cobrança de empréstimos para armadores e estaleiros nos financiamentos realizados com recursos oriundos do Fundo da Marinha Mercante (FMM). A medida está no “Plano de Ação Emergencial COVID-19” e durará por até seis meses. Um total de R$ 23,5 bilhões em contratos deixará de ser cobrado pelo banco público. A iniciativa usa o FMM para contribuir com o restabelecimento do setor da construção naval brasileira, que já estava em crise desde 2014 acompanhando a queda nos preços do petróleo. Em decorrência da recente pandemia da COVID-19, o valor do barril de petróleo americano apresentou retração maior, chegando a valores negativos.

Impacto em Segurança e Defesa: O impacto da iniciativa do BNDES é positivo para a segurança pública, pois proporciona maior chance de sobrevivência de muitas empresas nesse momento de crise econômica, combatendo as previsões de forte aumento do desemprego que, por sua vez, tem efeitos negativos na sociedade com o aumento da pobreza e da desigualdade e, consequentemente, dos delitos e da sensação de insegurança.

Fonte: BRASIL. Assessoria Especial de Comunicação do Ministério da Infraestrutura. Brasília: Ministério da Infraestrutura, 2020. Disponível em: http://infraestrutura.gov.br/ultimas-noticias/9623-financiamentos-do-fmm-celebrados-pelo-bndes-ter%C3%A3o-cobran%C3%A7as-suspensas.html.


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Exército norte-americano trabalha no desenvolvimento de materiais autorregenerativos autônomos

Por Felipe Marques e Thiago Jacobino Honório | Pesquisadores do Exército dos Estados Unidos e da Texas A&M University juntaram esforços para a elaboração de um novo...

Acordo que removerá impasses entre Israel e os Emirados Árabes Unidos favorece os EUA

Por Antonella Ribeiro e Thiago Jacobino Honório | Segundo um oficial emiradense, o acordo para normalizar as relações do país árabe com Israel removerá qualquer...

Retração nos níveis de consumo reduz pegada ecológica da humanidade

Por Mayara Matos e Thauan Santos | O ritmo que a humanidade consome os recursos do planeta teve uma queda significativa no ano de 2020....

Detritos espaciais são rastreados pela primeira vez à luz do dia

Por Ana Clara Guinelle Teixedo e Caroline Colbert | Pesquisadores da Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) criam um novo método que possibilita que lasers...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome