Tráfico ilegal de animais silvestres afeta a segurança humana

Por Samira Scoton e Daniel Vidal Pérez |

O tráfico ilegal de animais silvestres é um problema tanto para o meio ambiente quanto para a saúde humana. As espécies nativas e os produtos delas resultantes, comercializados de maneira clandestina, apresentam maior potencial de transmissão de doenças, visto que não há qualquer tipo de controle e vigilância sanitária. Além disso, a fauna exótica importada ilegalmente pode se tornar invasiva, suprimindo a fauna nativa, o que impacta o equilíbrio ambiental, que controla várias doenças endêmicas, como a febre amarela e toxoplasmose. A cessação do tráfico ilegal de animais silvestres, portanto, é uma forma de prevenir futuras emergências de saúde pública.

Impactos em Segurança e Defesa: O impacto da pandemia da COVID-19 na saúde humana e na economia global demonstra a importância do controle das doenças zoonóticas na segurança nacional. O fim do tráfico de animais silvestres, além do evidente aspecto de combate a ilícitos, é uma forma de prevenir futuras emergências de saúde pública.

Fonte: UNODC. World Wildlife Crime Report 2020. Viena, 2020. Disponível em: https://www.unodc.org/documents/data-and-analysis/wildlife/2020/World_Wildlife_Report_2020_9July.pdf

Google News


Assine nossa Newsletter


Receba mensalmente o Informativo RADAR em seu e-mail

Últimos Artigos

Confira o cronograma completo do evento

Confira aqui os participantes, horários e grupos de debates do evento, que acontecerá online nos dias 13 e 14 de maio de 2021. Horário Dia 13/05 Dia...

Exército dos EUA aprova planos para uma camada espacial tática

Por Rafael Esteves e Caroline Colbert | No dia 19 de abril de 2021, o exército dos Estados Unidos aprovou o desenvolvimento de um protótipo...

Estudo aponta dependência global da biodiversidade dos países em desenvolvimento

Por Alice Castelani and Daniel Vidal Pérez | Um estudo publicado por pesquisadores brasileiros na revista Science Advances apontou que os países com maior grau de desenvolvimento...

Primeiro satélite paraguaio monitora o desenvolvimento da doença de Chagas

Por Agatha Tomassoni Santos e Caroline Colbert | O primeiro satélite do Paraguai, chamado de Guaranisat-1, foi lançado a partir da Estação Espacial Internacional e...

Artigos relacionados

Deixe aqui o seu comentário

Favor informar seu comentário
Favor informar seu nome